Domingo, 08 de Novembro de 2009

Há pouco mais de um ano, Paulo Texeira Pinto lançou o livro de poemas "LXXXI: Poema Teorema", que tive o prazer de ler (lentamente) ao longo dos últimos dois meses. A obra em estrutura matemática reúne 99 poemas escritos durante a última década, agrupados por áreas temáticas e inspirados na natureza humana, na sua globalidade física e metafísica.

 

É um livro complexo e intimista, daí que o filme que se segue, da responsabilidade do realizador João Botelho com montagem de Paulo Barata, seja uma excelente ferramenta decifradora de um pouco do que se pode encontrar neste livro.

 



publicado por Marco Moreira às 00:33
 
Pesquisar neste blog
 
Ligações