Sexta-feira, 08 de Janeiro de 2010

 

No início da coluna da direita em "Biblioteca On-Line" poderão fazer 2 downloads gratuítos dos seguintes livros:

 

  • «Philosophy of Judaism» do Rabbi Reuven Mann
  • «Philosophy of Torah» do Rabbi Israel Chait

 

* ambos em inglês



publicado por Marco Moreira às 11:18
Domingo, 03 de Janeiro de 2010

 

Do álbum WITHIN MY WALLS de Idan Raichel

 

Tradução: Durante anos toda a gente foge, durante anos toda gente retorna, perseguindo o sol... (o título da canção significa "Os sonhos das outras pessoas")



publicado por Marco Moreira às 03:36
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

 

António Nunes Farias e Mário Jorge Raposo, jornalista e repórter de imagem da Rádio Televisão Portuguesa, para além das suas funções laborais, partilham o gosto pela fotografia e também pela história que envolve o maior conflito bélico da história da Humanidade.

 

No ano passado, Mário Raposo viajou até ao campo de concentração de Auschwitz, hoje transformado em museu, e foi também testemunha da “Shoah”, nome hebraico para definir holocausto, extermínio, genocídio”. A passagem por um lugar onde há cerca de 70 anos foram assassinados milhões de seres humanos marcou este repórter de imagem. Um ano depois, foi a vez de António Nunes Farias se deslocar a uma outra cidade polaca, Treblinka, e registar também em imagens, as provas ainda visíveis daqueles dias negros, em que o partido nazi confinava a guetos, o povo judaico.

 

O resultado dessas duas visitas acabou por dar origem a uma exposição fotográfica composta por 20 imagens, tendo cada um dos autores escolhido dez visões diferentes dos locais onde foram para expressar a sua leitura desta passagem negra da história. A mostra, intitulada “Shoah” foi inaugurada no dia 20 de Dezembro, no Museu Judaico de Belmonte e estará patente até ao dia 20 de Janeiro de 2010. A mostra irá depois passar por todas as lojas “Ponto Já” da região e também diversas escolas. O evento é também possível devido ao patrocínio do Instituto Português da Juventude, através da Direcção Regional do Centro e da Empresa Municipal de Belmonte.

 

[Via Associação Memória e Ensino do Holocausto]

 

Contactos para informações:

t: 272 348 000 | e: ipj.cbranco@ipj.pt

t: 275 913 505 | e: museujudaico.belmonte@net.vodafone.pt



publicado por Marco Moreira às 15:21
Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

A 11 de Março de 1943, toda a Comunidade Judaica de Monastir na Macedónia jugoslava foi reunida e enviada para norte, para um acampamento transitório no armazém de tabaco de Monopol, em Skopje. Aí reunidos, desde Skopje e Shtip, foram enviados para o Campo de Concentração de Treblinka em três transportes. À excepção de alguns estrangeiros e médicos que foram libertados, nenhum Judeu originário de Monastir sobreviveu a Treblinka.

 

Jamila Andjela Kolonomos foi, de um punhado de judeus, uma das que escapou às deportações. Como membro da resistência jugoslava encontrava-se escondida na altura do acontecimento e com vários companheiros judeus teve hipótese de fugir e alistar-se no Exército Partisano.

 

'Monastir Without Jews' é uma autobiografia que lembra o destino da Comunidade Judaica de Monastir durante o Holocausto - é também um testemunho da presença judaica na resistência jugoslava, conforme lembrado pelos vários Judeus partisanos condecorados. Adaptado a partir de uma compilação de ensaios e artigos em Ladino (Judeo-Espanhol), Monastir Sin Djudyos foi editado no ano passado pela primeira vez em inglês com a adição de 150 fotografias pessoais e de arquivo.

 

É uma obra rara que constituí um testemunho fundamental para conhecer a vida e a morte desta comunidade sefardita.



publicado por Marco Moreira às 09:16
Domingo, 27 de Dezembro de 2009

 

Do álbum YOUTH de Matisyahu

 

Tradução: Jerusalém, se me esquecer de ti: fogo não sairá da minha língua. Jerusalém, se me esquecer de ti: deixa a minha mão direita esquecer o que tem de fazer.



publicado por Marco Moreira às 21:54
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Estreia amanhã à noite na sala vermelha do TEATRO ABERTO uma peça em que se cruzam duas figuras incontornáveis da história europeia do sec. XX: Hannah Arendt e Martin Heidegger.

 

A teorista politica judia Hannah Arendt é lançada num tumulto quando o seu amante e conselheiro, o filósofo Martin Heidegger, desenvolve laços com partido nazi e torna-se um vocal defensor de Hitler. Depois da guerra, Hannah volta a Alemanha e tem de pesar as consequências de perdoar Martin pelas suas acções e interroga se amor verdadeiramente pode conquistar todo.

 

A dramaturgia da peça recorre à duplicação das cenas, que ao mesmo tempo em que estão ser representadas pelos actores, são filmadas e exibidas em três painéis no fundo do palco. De acordo com a produtora «é uma peça onde o universo mais íntimo das personagens se mistura com a política, a história e a ética, colocando questões pertinentes ao espectador de hoje».

 

A frase "os opostos atraem-se" nunca terá sido tão adequadamente aplicada a um casal tão paradoxal e confuso como Arendt e Heidegger. Alguém familiarizado com os trabalhos de ambos tem em alguma dificuldade em ponderar sobre o desígnios do amor e da razão. Kate Fodor terá ponderado mais firmemente que a maioria de nós e fez nascer esta peça.



publicado por Marco Moreira às 10:15
Domingo, 08 de Novembro de 2009

Há pouco mais de um ano, Paulo Texeira Pinto lançou o livro de poemas "LXXXI: Poema Teorema", que tive o prazer de ler (lentamente) ao longo dos últimos dois meses. A obra em estrutura matemática reúne 99 poemas escritos durante a última década, agrupados por áreas temáticas e inspirados na natureza humana, na sua globalidade física e metafísica.

 

É um livro complexo e intimista, daí que o filme que se segue, da responsabilidade do realizador João Botelho com montagem de Paulo Barata, seja uma excelente ferramenta decifradora de um pouco do que se pode encontrar neste livro.

 



publicado por Marco Moreira às 00:33
Terça-feira, 03 de Novembro de 2009

 

Interpretado pelo Coro da Sinagoga Portuguesa de Amsterdão - a Esnoga



publicado por Marco Moreira às 14:13
Domingo, 04 de Outubro de 2009

 

Dia 7 de Outubro é um dia em cheio para os amantes de boa ficção em formato de livro. Primeiro no 'El Corte Inglés' a Prof.ª Dr.ª Isabel Pires de Lima estará a apresentar pelas 19:00 horas o novo romance de Richard Zimler «ANAGRAMAS DE VARSÓVIA» que a revista LER qualifica como um "romance admirável em que faz uso da sua extraordinária erudição". Confira o convite e aproveite para ler a sinopse:

 

«Um romance policial arrepiante e soberbamente escrito passado no gueto judaico de Varsóvia. Narrado por um homem que por todas as razões devia estar morto e que pode estar a mentir sobre a sua identidade… No Outono de 1940, os nazis encerraram quatrocentos mil judeus numa pequena área da capital da Polónia, criando uma ilha urbana cortada do mundo exterior. Erik Cohen, um velho psiquiatra, é forçado a mudar-se para um minúsculo apartamento com a sobrinha e o seu adorado sobrinho-neto de nove anos, Adam.


Num dia de frio cortante, Adam desaparece. Na manhã seguinte, o seu corpo é descoberto na vedação de arame farpado que rodeia o gueto. Uma das pernas do rapaz foi cortada e um pequeno pedaço de cordel deixado na sua boca. Por que razão terá o cadáver sido profanado? Erik luta contra a sua raiva avassaladora e o seu desespero jurando descobrir o assassino do sobrinho para vingar a sua morte. Um amigo de infância, Izzy, cuja coragem e sentido de humor impedem Erik de perder a confiança, junta-se-lhe nessa busca perigosa e desesperada. Em breve outro cadáver aparece - desta vez o de uma rapariga, a quem foi cortada uma das mãos. As provas começam a apontar para um traidor judeu que atrai crianças para a morte. Neste thriller histórico profundamente comovente e sombrio, Erik e Izzy levam o leitor até aos recantos mais proibidos de Varsóvia e aos mais heróicos recantos do coração humano.»

 

Duas horas mais tarde no 'LX Factory' o realizador António Pedro Vasconcelos apresenta o novo romance de Francisco José Viegas «O MAR EM CASABLANCA» que o Senhor Palomar classifica de "maravilhoso" bem como "O melhor Jaime Ramos de toda a saga". Aqui fica também o convite e, para além de poder ler a respectiva a sinopse abaixo transcrita, pode também ler aqui o 1.º capítulo:

 

«O que une um cadáver encontrado nos bosques que rodeiam o belo Palace do Vidago e um homicídio no cenário deslumbrante do Douro? O que une ambos os crimes às recordações tumultuosas dos acontecimentos de Maio de 1977 em Angola? Jaime Ramos, o detective dos anteriores romances de Francisco José Viegas, regressa para uma nova investigação onde reencontra a sua própria biografia, as recordações do seu passado na guerra colonial - e uma personagem que o persegue como uma sombra, um português repartido por todos os continentes e cuja identidade se mistura com o da memória portuguesa do último século.


História de uma melancolia e de uma perdição, O Mar em Casablanca retoma o modelo das histórias policiais para nos inquietar com uma das personagens mais emblemáticas do romance português de hoje.»

 

De salientar que nesta segunda apresentação será servido um cocktail ao gosto do inspector Jaime Ramos. Resta saber sé é permitido fumar…



publicado por Marco Moreira às 21:16
Sexta-feira, 02 de Outubro de 2009

Foto © Mordecai Zvi

 

No passado mês de Junho, tive a oportunidade de visitar o campo de concentração de Terezín na República Checa. Não importa falar no que se sente quando se visita um local como estes. As palavras não expressam a dor nem as imagens despidas dos intervenientes conseguem mostrar o horror da clausura. Resta-nos imaginar, tendo como fundo somente o cenário. 

 

Hoje pelas 19:00 horas, na fundação Gulbenkian poderá ser ouvido um recital de Anne Sofie von Otter com música de compositores judeus em cujas biografias, várias delas de final trágico consta o nome desse campo de concentração.

 

De lamentar somente o facto de coincidir precisamente com a entrada do Shabbat e festa de Sukot, caso contrário estaria presente concerteza.



publicado por Marco Moreira às 11:54
 
Pesquisar neste blog
 
Redes
RSS Facebook Twitter Flickr Videos Sapo
Ligações
este blog utiliza pontos de exclamação!

!!!

 Ilustração de Pedro Vieira

prémio 'best non-english jewish blog' em 2007

Judaica fm

 

blog Judaica fm