Terça-feira, 28 de Setembro de 2010

 

Tema interpretado pelos hazzanim Naftali Herstik, Benzion Miller e Alberto Mizrahi na Sinagoga Portuguesa de Amesterdão - a Esnoga.


sinto-me:

publicado por Marco Moreira às 23:29
Sábado, 25 de Setembro de 2010

No primeiro dia tomareis para vós o fruto de árvores formosas, folhas de palmeiras, ramos de árvores frondosas e salgueiros de ribeiras; e vos alegrareis perante o Senhor vosso D'us por sete dias. E celebrá-la-eis como festa ao Senhor por sete dias cada ano; estatuto perpétuo será pelas vossas gerações; no mês sétimo a celebrareis.  Por sete dias habitareis em tendas de ramos; todos os naturais em Israel habitarão em tendas de ramos - Vayicrá 23:40-43

 

O livro de Levítico fala-nos das 4 espécies - arbaá minim - a ser usadas na observância da festividade de Sucot, a festa das cabanas.

 

 

 

 

São usadas todos os dias em que se celebra a festividade com a excepção do dia de Shabat. As 4 espécies são: etrog (uma fruta cítrica peculiar) , lulav (folha de palmeira), hadassim (ramos de murta), aravá (ramo de salgueiro).

 

Os antigos Sábios relacionaram variados significados para cada uma das espécies. Foram ligadas a características humanas: generosidade, orgulho, beleza e humildade, respectivamente. Outros insistiram que as 4 espécies representam os quatro elementos da natureza - terra, ar, fogo e água.  E outros ainda, ligaram os mesmos simbolicamente a partes do corpo humano. O etrog, de forma relativamente parecida ao coração, simboliza o serviço a D'us. O lulav, representa a espinha, a fundação do corpo. Os hadassim, assemelham-se ao olho humano. E aravá simboliza os lábios, com os quais  podemos orar e dar graças.

 

Até em cada fragrância e sabor das espécies, foram dados significados "ocultos" que representariam o carácter das pessoas. O etrog, bonito em forma e de agradável odor é equiparado a alguém justo e inteligente. O lulav, que tem fruto mas não tem odor, assemelha-se a quem é culto mas lhe faltam as boas acções. Os hadassim, possuem odor mas sem fruto, são comparados alguém justo mas sem educação. E aravá, sem fruto ou sabor, representa aqueles que permanecem sem educação e sem boas acções.

 

Maimonides, no seu "Guia dos Perplexos", destaca que D'us comandou os Israelitas de pegar nestas 4 espécies durante o festival, para lembrá-los que foram trazidos do deserto, onde nenhuma fruta crescia e nenhum povo vivia, para uma terra com água - a terra onde flui leite e mel. Por esta razão D'us comandou os Judeus de segurar nas suas mãos o precioso fruto da terra, enquanto cantam salmos de agradecimento a quem lhes trouxe milagres em tempos antigos durante esta mesma estação. Tempos de alegria e épocas de contentamento para todos...

 

Moadim l’simcha, chagim u’zemanim l'ssasson


sinto-me:

publicado por Marco Moreira às 23:36
Sábado, 25 de Setembro de 2010

Entram para a coluna da direita:

 

OUTROS BLOGS

» Adeus Lenine - http://adeuslenine.blogspot.com/

» André Letria - http://andreletria.blogs.sapo.pt/

» Arsenal dos Invalidos - http://arsenaldosinvalidos.blogspot.com/

» Blogtailors - http://blogtailors.blogs.sapo.pt/

» Desculpe, é engano! - http://wrongnumber.blogs.sapo.pt/

» José Luís Peixoto - http://joseluispeixoto.blogs.sapo.pt/

» Terceira Noite, a - http://aterceiranoite.org/

 

LIVRARIAS & ALFARRABISTAS

» Babel - http://www.babel.pt/

» Tinta da China - http://www.tintadachina.pt/


Temas: ,
sinto-me:

publicado por Marco Moreira às 22:54
Sábado, 25 de Setembro de 2010

Quando Golda Meir tinha o cargo de Primeira-Ministra de Israel, tentou encorajar Henry Kissinger a tomar Israel como principal prioridade.

 

Kissinger enviou uma carta a Meir frisando: «Gostaria de informar que em primeiro lugar sou Cidadão Americano, em segundo Secretário de Estado e em terceiro Judeu.»

 

Golda Meir respondeu: «Em Israel lemos da direita para a esquerda».


sinto-me:

publicado por Marco Moreira às 22:31
Sábado, 25 de Setembro de 2010

 

O Menino Rabino esteve de novo em destaque na página de blogs do sapo. Muito obrigado a toda a equipa e parabéns ao  pelos 15 anos de vida.

 

 

PS: Obrigado ao (assíduo) leitor João Ricardo pelo envio da imagem.



publicado por Marco Moreira às 20:24
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

 

2010 © Brian Lasky - Escolhendo um Lulav em Mea Shearim, Jerusalém

(Foto tirada há dois dias)



publicado por Marco Moreira às 13:33
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

 

Rodrigo Tomas LaLaLa em resposta a ISTO



publicado por Marco Moreira às 11:06
Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

 

Fiquei a saber da mensagem de boas-vindas da Ministra da Educação através da paródia feita hoje no "Portugalex" da Antena 1. Isabel Alçada decidiu passar para o écran da TV algo que poderia ter título idêntico ao volume n.º 39 da Colecção "Uma Aventura" da qual é co-autora.

 

Apesar de ter à partida a minha solidariedade, por saber bem dos constrangimentos que a caixa mágica nos pode proporcionar no futuro, não deixo de admitir que a forma como a sra. ministra aborda os "pequenitos" é hilariante. Dá a sensação que ser "pequenito" é sinónimo de ser acéfalo ou (D'us me perdoe) débil mental.

 

Entre uma ou outra calinada gramatical (que todos fazemos, mas dificilmente admitimos a quem está à frente do Ministério da Educação) de salientar também o olhar ziguezagueado devido à leitura do teleponto. A sensação de estrabismo é fantástica. Para a próxima é melhor pedir umas lições a Barack Obama.



publicado por Marco Moreira às 13:18
Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010

 

  1. Israel irá participar no Festival de Cinema Gay deste ano com 3 filmes.
  2. A Embaixada de Israel em Portugal associou-se ao acontecimento.
  3. Estes meninos acompanhados destas meninas decidiram juntar-se a uma série de "activistas" para boicotar o apoio da embaixada do único país do médio-oriente onde os gays gozam de liberdade e não são sumamente executados pelo simples facto de o serem.

 

Eu proponho que a parada gay deixe de se fazer em Tel-Aviv e passe a fazer-se em Gaza... pode ser que corra bem!



publicado por Marco Moreira às 18:46
Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010

Os blogs "A Origem das Espécies" e "Albergue Espanhol" acabam de 'postar' o seguinte comunicado da responsabilidade da Sextante Editora:

 

«Manuel Maria Carrilho acaba de ser demitido das suas funções como Embaixador de Portugal na UNESCO, devido à publicação do livro "E AGORA? Por uma nova República", que a Sextante Editora acaba de publicar. Neste livro, o autor analisa a situação económica, social e política portuguesa e avança com diversas propostas, defendendo uma visão do País e do seu futuro centrada na urgente qualificação do território, das instituições e das pessoas que lance as bases de uma Nova República»

 

O jornal Expresso entretanto coloca a seguinte notícia:

 

«Manuel Maria Carrilho termina funções como representante de Portugal na UNESCO, sendo substituído pelo embaixador Luís Castro Mendes, no âmbito da rotação diplomática deste ano, disse à Agência Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros. O ex-ministro da Cultura foi nomeado para a organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura em abril de 2008, com sede em Paris. Para o lugar vai agora Luís Filipe Castro Mendes, até agora a chefiar a embaixada portuguesa em Nova Deli. Da rotação diplomática agora anunciada consta também a proposta de nomeação do atual diretor-geral de Política Externa do MNE, Nuno Brito, para a chefia da embaixada portuguesa em Washington, de onde sai João de Vallera para a embaixada de Londres»

 


Nota pessoal: Importam-se de repetir?!



publicado por Marco Moreira às 15:46
 
Pesquisar neste blog
 
Redes
RSS Facebook Twitter Flickr Videos Sapo
Ligações
este blog utiliza pontos de exclamação!

!!!

 Ilustração de Pedro Vieira

prémio 'best non-english jewish blog' em 2007

Judaica fm

 

blog Judaica fm